04th nov2011

Review – Driver: Renegade

by Jean "Aluhandri" Duarte

Finalmente conseguimos o Driver: Renegade para o review! E claro que eu não podia deixar de, primeiramente, agradecer ao meu amigo Rodrigo Estavam (@RoEstevam) pelo empréstimo do jogo.

Obrigado Rodrigo! Sem você, esse post não seria possível!

Eu e todos vocês conversamos e comentamos sobre o Driver. Muito se falou do jogo, muito spoiler vazou, as histórias vazaram e era muito esperado o game.

Agora, eu venho a vocês e lhes digo o que achei do jogo, por que todos nós já vimos como ele era. Sinceramente, há pouco o que falar, pois o jogo não me agradou muito…

driver gameplayPara começar, achei bacana você tirar uma foto para representar o seu profile, aonde você salva as missões que já completou. A música de fundo traz um ar meio “velho oeste”, inspirando aquele clima de “justiça com as próprias mãos”. As cenas da história do game são idênticas aos Web Episodes que postei no blog, então, não foi muita surpresa. Contudo, o que eu gostei mesmo, foi da não-censura. Os palavrões e outras palavras de baixo calão deram um ar realista para o game.

Segue aqui o nosso review sobre o Driver: Renegade

” frameborder=”0″ allowfullscreen>

A jogabilidade é boa. Vocês conseguirão guiar o carro sem qualquer tipo de dificuldade. Usando o botão L e R, você consegue dar fechadas em outros carros de forma rápida, porém, também serve para desviar-se rapidamente de carros vindo na contra mão ou fazer ultrapassagens velozes por exemplo. Obviamente, os primeiros carros são mais lentos. O mapa na tela de baixo é interessante para se localizar com seus objetivos, mas atenção excessiva nessa tela faz com que você perca o controle do carro em cima.

Entretanto, sem tudo são flores.

driver gameplay2Achei a cidade muito vazia e nenhum pedestre. Pouquíssimos carros na rua, que não sejam inimigos ou não estejam interagindo diretamente com você. Parece que você anda em uma cidade fantasma. Postos de gasolina sem atendentes, pessoas que não são vistas nem pela janela. Para quem gosta de se concentrar apenas nos carros, é prato cheio. Fora isso, os cenários estão muito bonitos e certamente vai te surpreender ao ligar o modo 3D do game. Os efeitos de iluminação também estão ótimos.

Prós: efeitos sonoros, efeitos gráficos, modo 3D, enredo.

Contras: ausência de elementos no cenário, animações sem filmes.

Considerando tudo, é um jogo bacana para se ter e jogar casualmente. De fácil controle, não é necessário jogar todos os dias para ficar com as habilidades afiadas. Contudo, nunca se sabe quando a justiça precisará ser feita, seja ela como for…

Comente usando o Facebook

12 Responses to “Review – Driver: Renegade”

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>